sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Fritada #1


Quase um ano após a inauguração da comunidade no orkut, e quatro meses após a inauguração do blog e de suas revistas, temos hoje uma movimentação de pelo menos 15 revistas mensais, nove escritores e mais de 500 acessos no blog - pelo menos 20 por semana. Um sucesso? Ainda não, mais estamos caminhando para isso, torcemos cada vez mais para novos escritores e fãs apareçam tanto na comunidade quanto no blog.

E hoje inauguramos mais uma coluna, dessa vez uma entrevista com um desses ótimos escritores. Ele é uma revelação, criou o primeiro personagem próprio do nosso universo (Snake), está estreando com Questão e teremos no fim do ano ele em outro projeto. Não pertenceu a fundação da comunidade, mais é um dos membros mais ativos dela, estamos falando de Will.

Tudo bem Will ?

Tudo ótimo. Só uns probleminhas pessoais de quinta, nada demais.

Qual é o seu nome completo?

Willian Lopes Leite – Apesar de que raramente uso o Leite pra alguma coisa.

Sua idade ?

Míseros 19 anos.

Como conheceu o DC Ultimate?

Por incrível que pareça, por um link numa outra comu “DC comics Brasil”, acabei no DC Ultimate li a descrição e entrei.

Todo mundo quando criança teve seu primeiro HQ ( me recuso a falar Gibi), Qual foi o seu, se lembra de como foi esse momento ?

Se não me engano, foi uma revista do superman da “editora abril”, não me lembro o número, mas lembro que em uma das histórias o Super enfrenta uns mutantes embaixo de metrópolis (acho que eram os refugos do Cadmus), em outra tinha uma cientista que ficava laranja, super forte, e um moicano. E tinha mais uma história que eu não lembro.

O que já leu de HQ fora da DC que recomenda que leiam?

Já li trocentas mil coisas, Dragon Ball, Cavaleiros, Turma da Mônica, Zé Carioca, outros mangas também. Já li tudo que me deram pra ler.

Para você qual é o problema dos projetos nacionais em HQ?

Basicamente não tem nenhum grande problema, a grande questão é que o mercado de quadrinhos declinou muito. Grandes empresas como Marvel e DC perderam muito mercado, felizmente na época do alge dos quadrinhos elas já haviam se estabelecido em todo o mundo. Apesar de não termos uma aceitação muito boa, se compararmos com “as grandes” no começo, não estamos tão ruins assim. Outro aspecto é o fato de termos muito mais material diverso disponível, e em geral as pessoas não tem tempo de absorver tudo, e convenhamos que é mais seguro ler/ver algo que você sabe que é bom, do que ler algo de que você nunca ouviu falar. Tiro isso de experiência própria da época que tinha um blog e tinha que implorar para os outros lerem.

Tivemos o clássico crise nas infinitas terras, depois na época criaram zero hora( esqueceram pelo jeito que consideraram que ela era a segunda crise ) , agora seguidamente crise infinita e crise final. A DC como todos sabem é uma editora em crise por que ela partiu da junção de varias editoras e sempre agrega mais uma a sua coleção com isso e com a liberdade criativa que deu durante muitos anos( Diddio não conta ) criou-se o famoso multiverso, o calo da DC . O que acha do multiverso e por que nunca conseguiram chegar num consenso sobre ele?

Multiverso, se olhado de certa forma é bem útil, a Marvel convive com isso até hoje, o problema da DC é que com as reformulações sempre surgiam as discussões “Qual Superman é o original?”.

Porém em geral um universo é usado como principal, e o resto acaba sendo refugo, o que gera certa comodidade para as editoras, “se sair mal feito é em outro universo”, e sempre vira bagunça. Para lidar com um multiverso é preciso tanto cuidado que nem vale a pena.

E na vida real quem seria o vilão e o herói?

A corrupção é o grande vilão hoje em dia, acho que precisamos de um Questão para lidar com isso. Heróis são quaisquer pessoas que tentam fazer o certo e ter ética sem pensar “Eu não vou mudar o mundo sozinho.”

A DC na qual o blog apóia sofre nos últimos meses derrotas no mercado americano e aqui no Brasil nunca teve o mesmo prestigio de sua concorrente. De onde parte a solução dos problemas da DC?

Ouvir menos os fãs. Sempre que alguém morre, alguns reclamam então eles vão lá e revivem, outros reclamam e eles matam novamente. Os titãs são os campeões nesse aspecto.

Todos tivemos aquele escritor que marcou época na nossa vida aquela historia marcante, qual foi o seu escritor modelo, aquele que se você for metade do que ele é você morre de felicidade?

Neil Gailman, Sandman foi inigualável.

Qual é a sua historia predileta?

Como disse, Sandman foi inigualável, mas uma que me marcou bastante foi Homem Animal #5 – O Evangelho do Coiote, do Morrison.

Vamos voltar um pouco a falar do DC Ultimate, você chegou depois com muitos personagens já definidos é falou que gostaria de escrever um personagem próprio. Quanto que muitos já tinham que trabalhar com prestigio de um personagem você teve que criar um prestigio. No processo de criação qual foi sua maior dificuldade até hoje?

O maior desafio de criar um personagem novo, creio eu, que é tentar copiar o mínimo possível. Para a Snake o mais estranho foi a origem dos poderes, é claro que nenhum acidente físico/químico ia explicar os poderes, claramente mágicos, e eu não queria uma coisa meio Zatanna (nada contra ela), meu pai é mago, meu avô era, eu sou, meu filho vai ser. Daí deu no que deu.

Em que você se inspirou?

Basicamente eu queria fazer uma personagem com um poder que EU nunca tivesse visto, como rpgista lembrei que nunca tinha visto um summoner exclusivo, daí ficou decidido. O resto foi composição pra ter o que eu queria.

Explique o termo summoner ?

Summoner vem do verbo summon (invocar, chamar) e significa invocador( a ).

Podia adiantar algo para os seus fãs?

To com um protótipo de um anti-herói bem confuso e muito poderoso. Inicialmente era para aparecer na revista da Snake, mas como ele ia ser poderoso DEMAIS para ela, vou guardá-lo para os Jovens Titãs. E acreditem se quiser vai ser um “vilão” pra LJA nenhuma botar defeito.

Sobre os projetos futuros com a reformulação do universo, onde ele sofrerá uma expansão de historias, você participará de quais projetos?

Pretendo continuar com o Questão, assumir os Titãs e tenho algumas outras idéias. Preparar a loooooongo prazo um possível Pacto das Sombras, e tenho uma idéia de uma mini com os 6 maiores detetives do DC ultimate.




Se fosse um Herói qual seria?

Senhor Incrível.

Se pudesse pegar uma heroína qual pegaria?

Poderosa, é claro. Casava com ela.

Se pudesse meter a porrada num vilão ou num herói em qual meteria?

Metron, FDP Sabe tudo que não ajuda em nada.

Se fosse contratado pela DC qual revista gostaria de assumir? E o que faria nela?

LJA. Tiraria a Trindade e faria uma liga mais “underground”.

Se pudesse ficar no lugar do Diddio o que faria?

Sei lá.

Se pudesse dar uns pegas numa vilã qual seria?

Acho que a Plastique. Nem sei.

Se pudesse encontrar seu ídolo nos quadrinhos o que falaria para ele?

“Putz sou seu fã.” Isso se eu reconhecesse. ¬¬

Qual o filme de herói que você mais gostou?

Batman o Cavaleiro das Trevas. Apesar deles terem feito a cagada de matar o Duas-Caras.

Qual o desenho que você guarda na memória?

Cavaleiros dos Zodíacos – Tem um capítulo que o Shiryu de Dragão fala as seguintes frases:

“MÁSCARA DA MORTE! EU NUNCA ODIEI NINGUÉM! AGORA EU TE ODEIO!”
“EU SÓ VOU DESCANSAR QUANDO VOCÊ MORRER!”
“MAL POSSO ESPERAR PARA MATAR VOCÊ!”

Tadinho! Fiquei até com pena do Máscara da Morte.

Qual é a sua dupla dos sonhos ( argumento/ desenho)?

Argumento é o Morrison atualmente. Desenho eu nunca fui de reparar não.

Agora para finalizar o que você tem para falar para os leitores?

Quero ler o que vocês escrevem. Fim de papo

Pois é, essa entrevista fica por aqui. Um abraço a todos é aguardem a próxima FRITADA.

3 comentários:

Carla disse...

Will mega psico!!!! Meu irmãozinho escreve muito, o que me deixa cheia de inveja!!!! Vê se não vai explodir ô moleque!!!!

Carla Lopes

Vanish disse...

Eu li =]

MARCELO SOARES disse...

Oia, irmã coruja na area! rsrsrs